26 de janeiro de 2015

Pressa

Se tem algo importante que eu aprendi depois de muito tempo que comecei a escrever, criei meu blog e consegui o espaço no jornal, é que a pressa não te leva a nada. Na verdade, te leva a levar uma vida sem leveza, "sacou"?
A pressa é a maior inimiga do ser humano - ou da perfeição, como diz o ditado -, mas isso não é só uma frase pronta não. Ela atrapalha desde a mãe que está fazendo a janta e o bolo de chocolate do sábado e precisa deixar tudo pronto antes que o marido chegue em casa. Até aquela mulher que é o estilo mais dedicada ao trabalho e precisa entregar dois ou três relatórios até as 17 horas da sexta-feira, pois deve buscar a filha na creche depois do expediente.
O pedreiro com pressa pode fazer uma parede cair sobre sua cabeça depois de dois anos que você já mora na casa nova, ou deixar um simples tijolo despencar no pé esquerdo do seu servente. O garoto de 18 anos na sua primeira vez também não pode ter pressa quando for começar ou terminar, e muito menos quando estiver descobrido como tudo acontece depois que começou. A garota com pressa de conhecer mais a fundo certos tipos de prazeres pode ficar mal falada, ainda mais se tiver 12 ou 13 anos.
A pessoa que tenta correr de um assaltante no meio da noite também tem pressa, e não tem outra opção além de se apressar ainda mais. Mas, por favor, na vida real não pode acontecer como nós filmes de terror do cinema que a mocinha costuma ter a sorte de tropeçar em um galho seco no meio da rua escura de uma metrópole e cair na frente do cara com uma máscara branca, capa preta e um machado gigante na mão direita.
E é incrível como parece que todas essas sensações, às vezes, se acumulam. A pressa invade e cria a sensação de estar prestes a se submeter a uma queda constante em um abismo sem fim. É como se eu tivesse envelhecido uns 40 anos, e a cabeça não funciona mais do mesmo jeito, o raciocínio é lento e a criatividade está perdida dentro de mim, talvez até bem longe da minha cabeça. Por Favor, se isso for velhice, me apresentem o elixir da juventude, porque ser velho deve ser chato demais, e eu quero ser novo de novo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...