31 de agosto de 2014

O não

A palavra "não" é comum. É não. Todo mundo diz "não". Mães (um pouco menos). Pais. Professores. Avós (quase nunca). Amigos. Namorada. Namorado (são poucas vezes, mas diz). Chefe. Faxineira. Vizinho. Bom, todos dizem. De todas classes trabalhadoras e todos os lugares.
- Filho, você não pode subir na parede, porquê não é o Homem-Aranha.
- Mas eu tenho a roup...
- Mas nada! Não é não!
Esse é um "não" maternal e comum, daqueles que tu insiste que seja um "sim", para depois se "ferrar", começar a chorar e correr para os braços da mamãe. Então ela diz aquelas duas palavrinhas mágicas, "Eu avisei!". Você até sabia que não podia fazer, mas fez e é bem provável que não se arrependa por isso, a não ser que tenha quebrado um braço, uma perna ou que vai ter de passar umas duas semanas no hospital. Daí vai pensar, "Por que não obedeci minha mãe?". 
- Amor, vamos no cinema?
- Não!
Esse é o não da namorada. Não tem muita explicação, é apenas não, porquê é ela quem manda. Você sabe disso, e ela também. Esse "não" é bem parecido com o "não" da professora de Ensino Fundamental, que fala a palavrinha mágica e completa "E não quero ouvir mais nenhum piu", normalmente sem justificação. O "não" da professora de Ensino Médio é igual ao que o namorado diz para a namorada: Pode até falar que não pode, mas sabe que não vai ser respeitada ou que vai arrumar uma discussão muito grande.
O mais rude, é o "não" do pai, pois esse tu sabe que é não. O da avó é o contrário, na verdade, ela só diz "sim". Avós não dizem "não" para pedidos, apenas para perguntas.
- Vó, você viu a 2ª Guerra Mundial?
- Não, minha neta.
- Hmmm. Posso comer um chocolate, depois um salgadinho e uns pasteizinhos bem gordurosos, enquanto tomo refrigerante e olho televisão?
- Claro que sim, meu anjo.
Os amigos são parecidos com os avós, dizem "não" só quando você faz uma pergunta tipo: "Será que devo namorar com ele?". O chefe normalmente tenta enumerar todos os motivos para você merecer mais dinheiro no final do mês e te faz ficar convencido que realmente merece um aumento de salário, mas então ele dá um argumento contra e diz "não". "Não" de chefe, é não!
A faxineira diz "não" para justificar porquê não limpou a janela.
- Não tinha produtos, não deu tempo e não vi que estava suja.
O vizinho sempre diz "não" sem sequer você pedir a opinião dele.
- Amor, acho que vamos no cinema novo hoje - diz o marido.
- Não vai, vizinho. Dizem que esse cinema não tem pipoca boa, a tela é menor que a TV da minha casa e não tem poltronas, são cadeiras de cozinha - se intromete a pessoa da casa ao lado.
Porém, ridículo mesmo é o "não" do casamento. Porque tu passou muitos anos ao lado daquela pessoa, planejou o casamento durante uns 259 dias, dizendo sim para o bolo mais caro, também para a decoração com maior valor e batendo recordes no número de convidados. Então, na hora que a noiva precisa apenas dizer aquele "sim", que ela falou durante a vida toda para gastar dinheiro, ela diz o mesmo "não" que usava para falar que não queria ir no cinema de jeito nenhum. E "não", é não"!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...