10 de julho de 2014

Faixa da insegurança

Depois de dois anos, ainda não consegui entender o motivo de existir uma faixa de segurança na Rua Major Bandeira, esquina do Grupo Popular, no Bairro Languiru - Teutônia. Desde que utilizo esta, creio que 90% das motos e carros que passaram por mim, não pararam. Recentemente, contei mais de dez carros passando por mim, enquanto esperava para atravessar - com uma cara de "coitado".
Além de estarem nos lugares errados - nas esquinas -, as faixas de segurança estão cada vez menos respeitadas pelos motoristas. Não importa se completou 19 anos na semana passada, ou se chegará aos 55 anos no próximo mês. Quem dirige pouco se importa com aquelas listras brancas no meio da rua, com raras exceções.
O mais interessante é ver vários carros importados ou de alto valor passando com toda soberania, como se fossem os donos da rua. Porém, será que vale a pena ter dinheiro e falhar muito na educação?
Cuidado! Se hoje você for sair para caminhar, é melhor não colocar o pé na faixa enquanto os carros estiverem passando, ou pode acabar na cadeira de rodas.

A política não evolui
Em todas as cidades, os mesmos partidários insistem em fazer os mesmos comentários quase ridículos. Se algo ruim acontece quando o governo atual é oposição, explodem suas mágoas e preparam seu arsenal de difamações para colocar a culpa no prefeito. Caso o problema ocorrer enquando seu partido for a situação, abrem a boca, entram no Facebook e aquecem o Twitter, dizendo que esses problemas surgiram quando a oposição estava à frente da cidade, mesmo que a oposição tenha governado pela última vez a quatro décadas atrás.
Os políticos atuais se gabam de suas conquistas e não assumem suas falhas, escondendo por baixo do tapete todos os seus erros, tentando fazer de bobo cada cidadão ou cidadã, como se nunca fossem ser desmascarados. E esse é um grande problema.

Quem nunca...
Quem nunca entrou em um um micro-ônibus apertado para ir pra faculdade e depois que sentou, a pessoa da sua frente resolveu achar que tava em casa e deitou o banco completamente?
Andar apertado é ruim, mas pagar um valor alto de transporte para se sentir uma sardinha em lata é pior ainda. Então, quando for colocar o banco para trás, pense bem. Pois o cara da sua frente pode fazer a mesma coisa e vocês pagam o mesmo valor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...