22 de abril de 2013

Mais um grande clube em Teutônia


O Baviera Park Hotel, situado no Bairro Centro Administrativo, em Teutônia, mais uma vez recebeu uma equipe da elite do futebol gaúcho. Desta vez, o visitante foi o segundo colocado do Grupo B da Taça Farroupilha, o Juventude de Caxias do Sul. A equipe da Serra optou por variar o local da hospedagem e concentração, que em outras oportunidades era em Venâncio Aires.

Às vésperas da partida contra o Internacional, realizada no Estádio Alvi Azul, em Lajeado, o gerente de futebol do clube de Caxias do Sul, Michel Costa, recebeu a equipe de reportagens do Grupo Popular de Comunicação para um bate papo.


O frio da Serra
Costa falou sobre a dificuldade que alguns atletas, vindos de outras regiões do país, apresentam ao se depararem com o frio da Serra Gaúcha. “No inverno, eles demoram um pouquinho para se adaptar, sofrem um pouco, mas depois acostuma rápido. É uma questão do dia-a-dia, você passa uma semana, ou duas, no frio, mas acostuma e entra no ritmo da cidade. Tem alguns atletas que vêm de São Paulo e outros lugares que sofrem com o inverno, mas é só no inicio”, relata Michel.


Torcida
O Gauchão conta com 16 equipes, porém a aglomeração de torcedores se resume basicamente a duas, que obviamente é a dupla Gre-Nal, pois atrai bom público em praticamente todas as partidas. “Qualquer lugar que você for jogar contra o Inter vai ter a torcida do Internacional lotada, apesar que os ingressos que foram cedidos pra nós foram todos vendidos, então, nós também temos certo apoio da nossa torcida também. Lá em Caxias é um pouco diferente dos outros lugares. Lá os torcedores são mais fieis do que as outras cidades. A gente tem a nossa torcida e eles vão sempre, estão sempre presentes nos jogos”, conta o gerente de futebol que por anos acompanhou as categorias de base da equipe, também conhece e assistiu as vitórias do Juventude, que foi campeão do Gauchão em 1998 e da Copa do Brasil em 1999.
Falando sobre o público no Gauchão 2013, Michel Costa destacou que “o grande problema que eu vejo é com os horários dos jogos. A Federação tem nos colocado a jogar às 18 horas, e às 20h30min. Daí o pessoal não vai. Os jogos em Caxias são todos televisionados, então a população que tem Premiere não vai ao estádio. Os ingressos também são um pouco altos. Só que a gente tem muitos sócios que são nossos torcedores e esses comparecem sempre”.

Refinaria de atletas
O Juventude é uma fonte que tem revelado vários atletas, o trabalho forte com jovens jogadores, que começam no esporte desde os 8 anos, tem movimentado o mercado de negociações, sendo que no ano passado foram 23 atletas negociados, sete que se encaminharam para o Grêmio, alguns para o Internacional e inclusive, um jogador tranferido para o Atlético Paranaense.
Entre os atletas revelados estão o lateral Alex Telles e o zagueiro Bressan, que estão atualmente no Grêmio, e um teutoniense, o meia-atacante, Ivo, que já teve passagem por equipes como Palmeiras e Portuguesa, e atualmente está no Criciúma.
Da mesma forma que vende atletas talentosos, a equipe de Caxias tem faro para contratar. “O Bergson vem nos ajudando muito. Veio numa parceria com o Grêmio e está fazendo gols. É um atleta que tem nos ajudado muito, apesar de ser novo, com 22 anos”, ressalta Michel.
A equipe ainda conta com atletas experientes que completam o time. “O Zulu é o ídolo da torcida, tem o Adaílton que vem da Europa depois de 16 anos lá, ajuda bastante essa experiência. A média de idades da equipe é de 23 anos, bem jovem, mas é uma mescla, com atletas mais jovens, outros não”, completa.

Futebol, o carro chefe
No Brasil, o esporte dominante é o futebol, pois agrega os maiores investimentos e gera os maiores lucros. “O futebol depende de dinheiro. Onde tiver as empresas apoiando as equipes, vai movimentar. A Copa do Mundo vai fazer melhorar muito o futebol no Brasil, mas vai depender muito a situação financeira depois da Copa também para manter isso, mas o futebol vai seguir por muitos anos ainda, vai ser sempre o esporte mais praticado e o carro chefe da televisão”, salienta.

Seleção brasileira
“A seleção brasileira tem que melhorar muito ainda. O Mano Menezes teve dificuldade porque teve que montar praticamente um grupo novo. Agora, o Felipão vai colocar em prática, vai formar um grupo grande. O Brasil vai chegar lá como um dos favoritos”, afirma.
Dentre as apostas de destaque da seleção brasileira, “o Neymar, por ser jovem e por estar fazendo o que ele está fazendo, é um dos jogadores que vão ser apostas para a Copa. Acredito muito no Fred, que ele vá ser convocado para a seleção, por ser centroavante de área e é difícil encontrar jogadores assim, que tenham a quantidade de gols que ele vem fazendo”, finaliza Michel Costa.

Temporada 2013/2014
A equipe do Juventude, que hoje está garantida na semifinal do Gauchão, lutava pelo título do interior até a última rodada da competição com o Lajeadense, porém mesmo que estivesse muito perto da conquista, a derrota diante do Internacional e a perda desse mérito não provocou grande frustração nos dirigentes e atletas da Serra Gaúcha. 
"A gente vai ter de qualquer forma uma vaga na Copa do Brasil de 2014, que para o clube é muito importante, é uma competição nacional, inclusive que a gente já ganhou em 1999", enfatizou Costa. Além disso, o Juventude tem vaga garantida na Série D do Campeonato Brasileiro em 2013, pois é o atual campeão da Copa da FGF, mais conhecida como Copinha. 


Reportagem: Deivid Rafael Tirp e Maciel Rodrigues Delfino
Fotos: Deivid Rafael Tirp



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...